Semanas depois de Júpiter e Saturno aparecerem no céu noturno durante uma “grande conjunção” incrivelmente rara, os dois planetas são agora unidos por Mercúrio, formando uma “conjunção tripla” nos próximos dias. Até a noite de segunda-feira, Júpiter, Saturno e Mercúrio passarão pelo horizonte e serão visíveis na parte baixa do céu ocidental algum tempo após o crepúsculo. Domingo será o mais próximo que os três chegarão um do outro do nosso ponto de vista, por volta das 19 horas locais.

“De sexta-feira à noite a segunda-feira à noite, o planeta Mercúrio parecerá passar primeiro por Saturno e depois por Júpiter à medida que se afasta do horizonte, visível a cada noite baixo no oeste-sudoeste e se pondo antes do fim do crepúsculo”, disse a NASA em sua página de observação do céu.

A última vez que uma situação semelhante aconteceu com um trio solar foi em outubro de 2015. Depois de outro trio planetário em 13 de fevereiro com Mercúrio, Vênus e Júpiter, outra conjunção tripla não acontecerá até abril de 2026, quando Mercúrio, Marte e Saturno se encontrarem no céu noturno.

“Para maximizar suas chances de capturar esses mundos, encontre um horizonte desobstruído na direção do pôr do sol”, diz EarthSky em seu site. “Todos os planetas deste trio planetário seguirão o sol abaixo do horizonte ao anoitecer, por isso é fundamental que você comece sua pesquisa no máximo 45 minutos após o pôr do sol. Júpiter é cerca de 2 1/2 vezes mais brilhante do que Mercúrio e 10 vezes mais brilhante do que Saturno (o que torna Mercúrio cerca de 4 vezes mais brilhante do que Saturno). “

Os três planetas formarão um triângulo no céu durante a noite de domingo, antes que Mercúrio se mova para o sul a partir de segunda-feira, efetivamente quebrando a conjunção.