Durante a apresentação de hoje do EA Play Live, a editora revelou que o Apex Legends chegará ao Nintendo Switch em algum momento deste outono. A editora também anunciou que o cross-play está chegando ao jogo, então os proprietários do Switch não terão que se preocupar em encontrar outras pessoas para brincar quando o jogo de tiro em primeira pessoa chegar no híbrido portátil da Nintendo. Uma versão do jogo do Switch havia sido solicitada há muito tempo pelos fãs, mas o desenvolvedor Respawn havia brincado pouco com a possibilidade de uma porta para o jogo. Agora, os jogadores terão a oportunidade de jogar o jogo em um formato portátil pela primeira vez!

A Electronic Arts nunca teve o relacionamento mais próximo com a Nintendo; Embora a editora tenha trazido várias entradas na franquia da FIFA para o Switch nas últimas temporadas, a EA ofereceu muito pouco. Dito isto, o sucesso do mais recente sistema da Nintendo claramente deu à editora um incentivo para repensar essa posição. Em um briefing de vendas financeiras realizado em maio, a EA confirmou os planos de trazer vários títulos para o console ao longo de 2020, mas não ofereceu detalhes específicos na época.

O Apex Legends certamente faz muito sentido na plataforma. Jogos MMO como Fortnite e Overwatch encontraram um lar no Nintendo Switch, pois os editores buscam aumentar o público potencial desses jogos. Títulos como esses só podem continuar prosperando enquanto mantiverem o público interessado. Adicionar o público de outro console ao cross-play garante que os jogadores continuem tendo outros jogadores para desfrutar do jogo, além de fazer com que gastem mais dinheiro no DLC.

Embora não pareça que a EA esteja dando ao Nintendo Switch o tipo de atenção que outras plataformas recebem, o anúncio do Apex Legends mostra que a EA está começando a levar a plataforma a sério. Desde o lançamento do jogo em 2019, o Apex Legends provou ser bem-sucedido para a EA. A decisão de levá-lo ao Switch é reveladora, para dizer o mínimo. Se o jogo tiver um desempenho igualmente bom no Switch, isso poderá dar ao editor mais incentivo para trazer mais jogos para a plataforma no futuro.